Post

Filme sobre a vida da cantora Delinha é um dos vencedores da Mostra Nacional do Sesc

O documentário “A Dama do Rasqueado” foi premiado e será exibido em todo o Brasil.


17/07/2017 09h43

Um dos maiores ícones da música regional sul-mato-grossense, Delinha, é só alegria! O documentário sobre sua trajetória, “A Dama do Rasquedo”, da jornalista e cineasta Marinete Pinheiro, de MS, está entre os vencedores da primeira edição da Mostra Sesc de Cinema.

Ano passado, Delinha com 58 anos de carreira e 80 anos de vida, virou estrela de cinema. A história percorre de forma não-linear toda a carreira da cantora, relembrando os momentos ao lado do ex-marido, Délio, que faleceu em 2010.

A revelação dos premiados, foi na última quinta-feira (13), no Cine Odeon, Rio de Janeiro, durante o lançamento da mostra que reuniu artistas e cineastas de todo o país. O Sesc MS teve a representação de duas técnicas que compõem o corpo curatorial, Francielle Gadotti e Thais Pompeo.

Marinete que estava em viagem manifestou sua alegria pelo telefone “Fiquei muito feliz com a notícia, porque será a possibilidade das pessoas conheceram a história da Delinha. Falei com ela há pouco e ela agradeceu pelo trabalho e eu a ela pela história. Foram três anos de execução e fico muito feliz pelo reconhecimento porque a Delinha merece ser vista”.

Ainda se recuperando de um problema de saúde, Delinha também manifestou sua felicidade pela premiação. “A Marinete me telefonou avisando, e eu acho que o mérito é todo dela. Mas fico feliz pelas duas. Receber este reconhecimento aos 80 anos é uma honra para mim”.

A escolha dos trabalhos foi dividida em duas fases. A primeira organizou a mostra e premiou os filmes de cada Estado indicado para seguir no concurso, com um contrato de licenciamento para exibição pública nas unidades do Sesc no seu estado de origem.

Na segunda etapa, os classificados foram avaliados regionalmente, com seleção de até dois longas e 4 curtas de cada região. Acrescidos de quatro produções infanto-juvenis pelo critério de prioridade, resultando em 34 filmes premiados, que compõem a Mostra Sesc de Cinema.

O prêmio da Mostra é o pagamento de licença de direitos autorais no valor de R$25.000,00, válido por dois anos. De 1 de Agosto a 1 de Outubro o Sesc Nacional lança o segundo edital da Mostra Sesc de Cinema.

Ao todo foram inscritos 1.250 filmes de cineastas de todo país, desses 957 (107 longas e 850 curtas metragens) tiveram a inscrição validada para concorrer nas seleções estaduais.

Documentário - O filme conta sobre a artista e sua trajetória na dupla Délio e Delinha, que atingiu a maior discografia na história do Estado MS, com 32 títulos. Conta a história de Delinha não só como cantora, mas todo seu conhecimento nos processos musicais e como grande compositora, muitos dos sucessos da dupla foram composições dela. Ao todo foram três anos de produção do documentário, que começou em setembro de 2013, e foi exibido pela primeira vez em setembro de 2016, para comemorar os 80 anos de Delinha, durante um show da Dama do Rasqueado no Clube Estoril. Na época, Marinete retornava dos estudos sobre cinema em Cuba e entrava em contato novamente com a cultura sul-mato-grossense.

Entre as entrevistas há nomes importantes da música, como Paulo Simões, Maciel Correa, Aurelio Miranda, Tostão, o maestro Eduardo Martinelli e o cantor Michel Teló.

Mesclando os depoimentos, Marinete incluiu regravações de canções famosas de Delinha, nas vozes de Tetê e Alzira Espíndola e até da nova geração, como Marina Peralta e Douglas Almeida.

Deixe seu comentário



Veja também



Sertanejo Top 2016

Todos os Direitos Reservados